Menu Fechar

Ordenado o 5º sacerdote dos Missionários Teresianos

No dia 16 de Janeiro, os Missionários de Santa Teresa de Jesus, celebraram a Ordenação de um novo sacerdote da Comunidade Religosa, na Paróquia de Santa Teresa de Jesus, na Sapú II, Diocese de Viana.
Presidiu a missa Dom Emílio Sumbelelo, Bispo da Diocese de Viana e concelebraram, o Vigário-Geral da Diocese, Pe. Fila Cassule, o Superior da Comunidade Religiosa, Pe. Francisco Feliciano, o Pároco de Santa Teresa de Jesus, Pe. Amadeu Katchungua e vários outros sacerdotes.
Estiveram ainda presentes religiosos, religiosas, Seminaristas, autoridades governamentais, familiares, amigos e membros da comunidade paroquial.
Naquela manhã de Domingo, o II do Tempo Comum, pela imposição das mãos de Dom Emílio Sumbelelo, Bispo de Viana, o Diácono Manuel Tchindemba Kahamba Manuel era ordenado presbítero.
Na homilia, Dom Emílio Sumbelelo fez saber: “Deus hoje abre as suas mãos e concede à sua Igreja um dom, um carisma, na pessoa do Diácono Tchindemba que será ordenado Presbítero. É um dom concedido ao nosso irmão, mas é para o serviço da Igreja de Cristo. Os dons vêm do Espírito Santo e são destinados para o bem e o crescimento da sua Igreja. Quem os recebe deve colocá-los à disposição, ao serviço humilde da comunidade”.
Dirigindo-se ao candidato, o Prelado de Viana, exortou: “A tua missão será aquela de ser como ponte. Uma ponte que liga os homens a Deus. Esta ponte que aproxima Deus aos homens. Deverás aproximar, fazer chegar os teus irmãos a Deus com as tuas orações, com a tua dedicação e com a tua vida exemplar”. O “Padre” é homem de “oração, dedicação e vida exemplar”, salientou.
“Na gramática da tua vida de Padre não deve existir a conjugação verbal estar cansado ou estou cansado. Esta conjugação não deve existir nas nossas vidas, começando por mim Bispo, pelos Padres, pelos Diáconos e também pelas Irmãs Consagradas”, disse Dom Emílio que de seguida recordou uma expressão de São Pio X: «Não entramos no Sacerdócio para fazer uma vida cómoda, mas para trabalhar e trabalhar muito, pois este é o nosso primeiro dever já que, padre e fadiga são dois termos que se equivalem».
O Bispo de Viana terminou a sua reflexão fazendo um pedido aos presentes: “Meus irmãos e minhas irmãs, orai pelos vossos padres, de modo particular por este nosso Diácono que daqui a pouco será Neo-Sacerdote para que o Senhor derrame abundantemente sobre os nossos padres as suas bênçãos a fim de que eles sejam ministros, ministros fiéis de Cristo, Este Cristo Sumo Sacerdote, e que eles vos possam conduzir a Jesus Cristo que é a única fonte de salvação. Orai também intensamente, nas vossas comunidades e nas vossas famílias pelas muitas e santas vocações, sacerdotais e religiosas, para a Igreja e de modo particular para a nossa Diocese de Viana.
Ao final da celebração, foram lidas duas mensagens. Uma do Neo-Sacerdote e outra do Superior da Comunidade Religiosa, Pe. Francisco Feliciano.
O Neo- Presbítero começou por agradecer a Deus pelo “grande, admirável, inestimável e inefável dom do Sacerdócio ministerial”. Agradeceu ainda, aos seus pais, ao Bispo Diocesano, pelo “carinho, confiança e predilecção paternal”, as Irmãs da Companhia de Santa Teresa de Jesus, aos sacerdotes presentes, aos formadores dos distintos Seminários por onde passou, aos familiares, aos benfeitores e aos membros da comunidade paroquial de Santa Teresa.
Aos seus confrades Teresianos, o Padre Manuel Kahamba também agradeceu pela “pela providência formativa, empatia, amizade fraternal e confiança”, afirmando em seguida: “Não vim ser entre vós um a mais, vim ser mais um para que se concretize junto com as gerações vindouras, definitivamente o desejo do Padre Fundador, Santo Henrique de Ossó”.
Por seu turno, o Pe. Francisco Feliciano, Superior da Comunidade dos Missionários Teresianos, manifestou uma grande alegria por esta ordenação, um acontecimento que é uma festa para a Comunidade Teresiana, mas também para toda a Igreja. “O teu sim deve ser como o de Nossa Senhora: Faça-se mim a Tua vontade”.
Nós reiteramos a calorosa recepção e de braços abertos como o fizemos na passada sexta-feira, na missa onde fizeste o juramento, vínculo definitivo de pertenceres a nossa Família Religosa”.
O Pe. Manuel Kahamba, torna-se assim, no 5º Sacerdote dos Missionários de Santa Teresa de Jesus.
Antes da bênção final, para a surpresa do Neo-Sacerdote e de toda assembleia, Dom Emílio Sumbelelo, Bispo da Diocese de Viana, nomeou-o, Vigário Paroquial de Santa Teresa de Jesus.

Quem é o novo Padre?
Manuel Tchindemba Kahamba, tem 29 anos de idade, é filho de Pedro Dumbo Kahamba e de Helena Júlia da Silva. É natural do Lubango, província da Huíla. Nasceu aos 11 de Novembro de 1992.
Baptizado aos 30 de Março de 2002, recebeu a 1ª Comunhão aos 31 de Março de 2002, crismado aos 26 de Outubro de 2008, na Paróquia de Nossa Senhora do Rosário, Tômbwa, Diocese do Namibe, respectivamente.
De 2002-2004, fez os seus estudos primários, no colégio católico, Cónego Zagalo, no município do Tômbwa, província do Namibe. O estudo vigente, 5ª e 6ª classes, fê-lo na Escola Dr. António Agostinho Neto, no mesmo município. De 2007-2008, fez os estudos básicos na Escola “Fidel Castro”, no município do Tômbwa, província do Namibe.
Em 2009, sentindo-se chamado pela Voz divina, ingressou na Congregação dos “Missionários Claretianos, residentes na comuna da Arimba, município do Lubango, província da Huíla, onde frequentou o Ensino Médio de Formação de Professores, no Instituto de Ciências Religiosas de Angola (ICRA- Regional do Lubango).
De 2013-2015, fez o curso de Filosofia, na Universidade Católica de Angola – Instituto Superior Dom Bosco, em Luanda. Em 2015, por vontade própria, mudou-se para a Congregação dos Missionários Teresianos, congregação a que pertence actualmente.
De 2016-2020, fez o Curso de Teologia no Seminário Maior de Cristo Rei, No Huambo. De ressaltar que, em 2018 interrompe o Curso de Teologia por razões formativas.
Recebeu o Ministério laical do Leitorado, no dia 19 de Junho de 2019. E do Acolitado, no dia 17 de Fevereiro de 2021, ambos na Capela do Seminário de Cristo Rei, das mãos de Sua Excelência Reverendíssima, Dom Zeferino Zeca Martins, Arcebispo do Huambo.
No dia 25 de Abril de 2021, na Paróquia de Santa Cruz, Zango, foi ordenado Diácono, por sua Excelência Reverendíssima, Dom Emílio Sumbelelo, Bispo de Viana.

Hibraina Celeste

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *