Menu Fechar

Viana. Fiéis dos Mártires, felizes com a benção e a dedicação da Sede Paroquial

A Igreja de Nossa Senhora Rainha dos Mártires, em Viana, foi benzida e dedicada no Domingo do Bom Pastor, dia 08 de Maio de 2022, pelo Bispo da Diocese de Viana, Dom Emílio Sumbelelo.
Na ocasião, Dom Emílio Sumbelelo desafiou os cristãos a dar continuidade ao acto de generosidade começado, bem como a conservar o património e a testemunhar Cristo, a exemplo da Padroeira.
O Prelado começou por dizer que a Paróquia deve ser um farol de fé que ilumina através do Espírito Santo e que a Palavra do Senhor seja a força da comunidade. “A Palavra de Deus serve para despertar em nós o conhecimento da justiça e do amor no edifício da Igreja, ela edifica e unifica. Portanto, a fé dos apóstolos é a luz na qual caminhamos na direção do Pai”.
O Bispo pediu também aos paroquianos para que conservassem o templo e para que colaborassem ainda para a construção das salas de catequese bem como para a construção da casa paroquial.
De salientar, que as obras de requalificação, foram iniciadas pelo Padre Vicente de Melo, então Pároco, e que actualmente é Reitor do Santuário da Muxima. O sacerdote diocesano fez-se presente ao acto de dedicação e rendeu Graças a Deus, com a comunidade.
Segundo o Pároco da Paróquia Nossa Senhora Rainha dos Mártires, Padre Miguel Kambamba, “o próximo desafio passa pela construção de salas de catequese assim como pela construção da casa paroquial e de outras estruturas de apoio à Igreja”.
Um dos paroquianos, Tito de Sousa, catequista e Membro do Conselho Paroquial, falou um pouco da história da sede paroquial. “ A história da nossa Paróquia, começa no tempo em que era composta apenas por um grupo de oração, pertencentes a Paróquia Santa Teresinha de Jesus. Esse grupo foi morto aqui, nomeadamente, Padre Lima e companheiros, isso no dia 03 de Fevereiro de 1982. O grupo evoluiu e chegou a ser uma comunidade que na época pertencia a Paróquia Nossa Senhora das Mercês”.
O membro do Conselho Paroquial disse ainda que com o crescimento populacional daquela circunscrição, e por orientação de Dom Joaquim Ferreira Lopes, na altura Bispo da Diocese de Viana, o centro tornou-se paróquia. Lembrou que, por causa das obras na Paróquia, os fiéis tiveram que estar afastados do recinto e participar das missas no Centro São João Baptista, durante um ano e alguns meses. O Catequista terminou agradecendo ao Pároco pela dinâmica de trabalho e dando força aos fiéis para que continuem na missão.
Na missa do dia, estiveram a cancelebrar, diversos sacerdotes do clero de Viana. A presença de religiosas e uma grande moldura de cristãos foi notória.
A acta da dedicação foi lida pelo Chanceler da Cúria Diocesana de Viana, Padre Bruno Gaspar Madureira.
Recorde-se que a Igreja dedicada, tem uma capacidade para albergar no seu interior mais de oitocentos fiéis, sentados.
A igreja que tem como Padroeira Nossa Senhora Rainha dos Mártires, está localizada no bairro Jacinto Tchipa, no distrito urbano do Kikuxi.

Idianete Tavares

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter

3 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *