Menu Fechar

PROMAICA: Fundador há dois anos na eternidade

Membros da PROMAICA – Promoção da Mulher Angolana na Igreja Católica – juntaram-se no dia 25 de Maio, na Catedral da Diocese de Viana, para lembrar a entrada do seu fundador para o jardim da eternidade.
Vindas da Diocese de Caxito e da Arquidiocese de Luanda, juntaram-se as da Diocese de Viana, para uma missa que foi presidida por Sua Excelência Reverendíssima Dom Emílio Sumbelelo, Bispo da Diocese de Viana.
A PROMAICA nasceu na Diocese de Benguela, em 1990, por iniciativa e inspiração do então Bispo daquela Diocese, Dom Óscar Lino Lopes Fernandes Braga. Rapidamente, como se de um rastilho de pólvora se tratasse, este movimento de mulheres se espalhou por todas as 20 Dioceses. Sempre fieis aos princípios fundadores, ela é hoje um grande suporte da acção evangelizadora da Igreja em Angola.
Durante a homília, e depois de ter olhado para os textos bíblicos, onde a presença do Espírito Santo é visível em todo o processo da missão, e onde a coragem de Paulo entres os atenienses é inspiradora para cada um dos cristãos, Dom Emílio Sumbelelo dirigiu-se aos presentes, num tom de proximidade.
“Meus irmãos e minhas irmãs, estamos hoje a celebrar o dia 25 de Maio, o aniversário daquele dia em que Dom Óscar, partiu para a casa do Pai. Há dois anos atrás, sobretudo naqueles dias foi uma notícia que caiu em nossos corações e deixou-nos tristes, mas passados dois anos, nós queremos lembrar aquele Bispo, aquele homem de Igreja, aquele homem perto dos seus irmãos, que caminhou com seus irmão já com uma outra óptica. Queremos sim, em cada ano em que celebrarmos o aniversário da sua partida para a Casa do Pai, recordar aqueles ensinamentos que ele quis que este sector feminino, na Igreja Católica, podesse se afirmar dentro da própria Igreja e dentro também da própria sociedade”.
Dentre as vertentes pelas quais se debateu Dom Óscar Braga, tendo em conta a situação da mulher, há uma que foi recordada pelo Bispo de Viana, durante a celebração: “a mulher na Igreja deve ser também essa grande testemunha, deve saber viver e partilhar, com as outras, a fé”.
“Uma das coisas que vos deve caracterizar é saber partilhar com as outras aquilo que a Divina Providência vai trazendo, vai dando a cada uma de vós. O pouco que a gente sabe, partilha com as outras. Não só na dimensão social, mas também nesta dimensão espiritual, a dimensão religiosa”. E nesse ponto, Dom Emílio Sumbelelo, sublinhou dizendo: “como PROMAICA, como irmãs umas das outras, vos deveis ajudar também nesse crescimento, neste caminho de crescer na fé”.
E esse crescimento na fé, pode ser feito, “rezando mutuamente, quando vos encontrais e quando vos visitais umas as outras”; “deveis também partilhar a doutrina católica, mas esta é presciso que nos pequenos grupos vossos, nas vossas comunidades, ela seja ensinada, partilhada e comentada”; “partilhar também as pequenas coisas, como ter a beleza e a alegria de participar com regularidade da mesa do Senhor, dos sacramentos do Senhor, de modo particular da Eucaristia e do sacramento da confissão. Estes dois grandes sacramentos que nos ajudam a crescer na fé, na esperança e sobretudo a sermos semente de caridade, semente de amor, no seio da família e no seio também da sociedade” – indicou Dom Emílio Sumbelelo.
A terminar a homilia, o Bispo de Viana, convidou os presentes a se unirem a ele numa prece a Deus Pai, para que “por intercessão deste homem que está com toda a certeza junto do seu Criador, aquele que ele serviu, aquele pelo qual ele arriscou muitas vezes a sua vida, vamos pedir que Deus continue a derramar as Suas Graças sobre esta associação da PROMAICA, para que ela se torne verdadeiramente, na nossa sociedade essa semente, se torne na nossa sociedade esse fermento que possa levedar a massa, que se torne na nossa sociedade como o sal que dá gosto aos alimentos e salva da corrupção, que se torne esta luz que continue a brilhar, que aponte para Jesus Cristo, o único Salvador. Que assim seja!”
Presentes a celebração estiveram também pessoas que de alguma forma apoiam a PROMAICA, bem como pessoas que conviveram e que conheciam Dom Óscar Braga, que há dois anos partiu para a eternidade.
Ficaram as lembranças, os conselhos e também a vontade de continuar a sonhar o sonho sonhado pelo fundador desta associação, um sonho bem plasmado naquele que parece ser um grito de guerra:
“PROMAICA, AVANÇA!!!”

Sammy de Jesus

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *