Menu Fechar

Peregrinação à Muxima 2022 acontece em Agosto e reza pelas eleições em Angola

A Peregrinação ao Santuário da Muxima acontece na primeira semana do mês de Agosto. O anúncio foi feito pelo Bispo da Diocese de Viana, domingo, durante a missa da Solenidade de Pentecostes.
Depois de já ter avançado a ideia, durante a missa de encerramento da Peregrinação a São José, no Calumbo, de a fazer acontecer no mês de Agosto, apesar de ser o mês das eleições, ainda não estava fixada nenhuma data.
Na Catedral da Diocese de Viana, Dom Emílio Sumbelelo convidou co-diocesano e devotos de Nossa Senhora, a participar desse momento de Fé e de Devoção.
Acredita-se que os dias de 4 a 7 de Agosto vão congregar um número de pessoas praticamente igual ao anterior a fase da pandemia, no recinto do Santuário da Senhora da Muxima. O convite de Dom Emílio Sumbelelo, pelo menos assim o sugere: “Eu quero contar com todos os devotos e devotas da Mamã Muxima”.
Os preparativos para o evento já começaram. Esta terça-feira a Comissão Organizadora das Peregrinações aos Santuários esteve reunida na Cúria Diocesana, para trabalhar nos pormenores de organização.
O responsável pela comissão de acolhimento e secretaria, Padre Domingos Pestana, manifestou o desejo de ver um envolvimento de todos, pois “sabemos que será um momento que voltamos a Peregrinação naquele que era já o habitual encontro que vínhamos fazendo antes da pandemia”.
Reconheceu ainda que “o momento em que todos nós vivemos, é um momento que exige grande responsabilidade de todos nós e queremos que esta Peregrinação decorra também com grande serenidade, paz e harmonia”.
A Peregrinação à Muxima deste ano tem início vinte dias antes das eleições gerais do país. E as equipas de trabalho estão a pôr em dia todos os pormenores para que “seja um momento de fé, mas sobretudo de grande compromisso de responsabilidade que aos pés da Mãe, Maria, a Mamã Muxima todo o povo de Angola, coloquemo-nos de joelhos a interceder e a pedir por esta Nação, esta Pátria e estes seus filhos”.
O responsável pela comissão de acolhimento e secretaria, pediu aos peregrinos que se preparem espiritualmente para viver esses dias, a fim de que “ao levarmos até a Mamã Muxima as nossa preocupações para que no momento de serenidade, rezando também para que as eleições que Angola foi chamada a fazer sejam e decorram na esperança, na Paz e que haja entre o povo angolano esta esperança de um futuro e de um mundo melhor”.
A Peregrinação de 4 a 7 de Agosto acontece sob o lema: “Mamã Muxima, em tuas mãos colocamos o povo de Angola”.

Sammy de Jesus

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *